Menu

Zeos Travelling Agência de Viagens

TwitterFacebookPinterestGoogle+

Gabriela Pugliesi em uma de suas viagens

Um dos assuntos mais comentado nas redes sociais nessa semana foi o desabafo da blogueira Gabriela Pugliesi sobre ter sido enganada ao comprar uma passagem aérea falsa.

Segundo a digital influencer ela e o marido, ao chegar no aeroporto, descobriram que as passagens aéreas que haviam comprado eram falsas e nem mesmo o vôo existia. Gabriela Pugliesi usou suas redes para desabafar e orientar seus seguidores a sempre comprarem passagens em agências de viagens confiáveis, para que outras pessoas não passem pela mesma situação frustrante.

Para muitos isso pode parecer estranho, mas para quem costuma comprar suas passagens pela internet ou através de aplicativos, histórias como essas são mais frenquentes que se pode imaginar.

Promoção para Porto Seguro

O site ViajarSempre.com enumera uma série de problemas com turistas desavisados, casos que vão desde condenações de sites por propagandas enganosas (Decolar.com é suspensa por propaganda enganosa) até o caso de um viajante que não contratou o seguro de saúde e recebeu a conta de mais de U$ 100.000 por causa de uma obstrução intestinal nos Estados Unidos. Há também casos de turistas que chegaram ao país de destino e foram deportados por não portar todos os documentos necessários (Turistas voltam a procurar agências de viagem para evitar problemas com a imigração).

Um dos artigos mais procurados no site ViajarSempre.com é exatamente o que trata das propagandas enganosas (Chega! Ninguém merece ser enganado), esse artigo mostra como os sites enganam os turistas com aquelas mensagens: Último apartamento disponível ou Promoção relâmpago, aproveite e compre agora.

Segundo Dênia Guimarães, diretora da Zeos Travelling Agência de Viagens, é muito comum turistas que compraram passagens aéreas ou reservaram hotéis pela internet procurar a agência para tentar resolver algum problema proveniente desses sites. "Uma vez fomos procurados por uma pessoa que havia comprado três passagens para Cancún pela internet e errou o nome de um dos passageiros, ela não conseguiu embarcar e acabou perdendo quase R$ 14.000,00. Infelizmente não conseguimos ajuda-la porque os canais para quem compra pela internet são totalmente diferentes daqueles utilizados por uma agência de viagens."

Dênia ainda lembra que ao contratar uma viagem através da agência o cliente não só sabe que está pagando o preço justo (uma vez que o agente de viagens sabe quais são as promoções verdadeiras e as falsas), mas também conta com o suporte caso aconteça algum problema. 

Denia Guimarães diretora da Zeos Travelling Agência de Viagens

- "Na Zeos Travelling nossos clientes ainda contam com o atendimento até às 22 horas, o que traz mais tranquilidade pois sabem que podem ligar até aos domingos que estaremos prontos para atendê-los. Somos a única agência em Divinópolis e região com atendimento e suporte de segunda a segunda e até às 22 horas", diz Dênia Guimarães.

O Ministério do Turismo tem reforçado cada vez mais a fiscalização e controle das agências que vendem pacotes de viagens e orienta a população a sempre pesquisar no Cadastur – sistema de cadastro dos prestadores de serviços turísticos – antes de decidir qual empresa utilizar em suas viagens.

O registro no Cadastur é obrigatório para os prestadores que exerçam atividades de meios de hospedagem, agências de turismo, transportadoras turísticas, organizadoras de eventos, acampamentos turísticos, parques temáticos e guias de turismo. É importante, antes de realizar a contratação de um serviço verificar aqui se ele está devidamente cadastrado junto ao MTur.

468x60 Menina Aviadora

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS