Menu

Banner Zeos Travelling

TwitterFacebookPinterestGoogle+

feed-image Siga o DiviCity.com

Agências de viagens em Divinópolis adotam estratégias na alta temporada

Lisboa PortugalA quatro meses para o fim de 2016, agências de viagens em todo o mundo já começam a oferecer pacotes diferenciados a quem deseja viajar durante o Natal e Réveillon. Em Divinópolis essas empresas oferecem catálogos diversos. Algumas focam em roteiros nacionais com o objetivo de cativar especialmente a quem costumava viajar para outros países, mas não tem dinheiro suficiente. Outras apostam em roteiros europeus que afiram ser mais baratos do que muitos destinos nacionais.

O empresário Morato Júnior, franqueado da CVC na cidade, afirma que a procura por pacotes turísticos neste mês de agosto tem sido maior do que em maio, quando o faturamento foi menor. Ele conta que a maior parte do interesse tem sido para roteiros internos, como o arquipélogo Fernando de Noronha, em Pernambuco. Mas, os destinos internacionais também têm espaço.

"Os pacotes mais procurados atualmente são para destinos dentro do Brasil e também os resorts. Mas também temos vendido muitos internacionais para a Europa, o Caribe e os Estados Unidos. Oferecemos muitas promoções, como as que ocorrem com dólar 'congelado' e descontos", disse o empresário, que projeta crescimento de 5% a 10% no faturamento até o fim do ano, na comparação com o registrado no mesmo período do ano passado.

Morato afirma perceber uma mudança no comportamento de alguns clientes. Devido às constantes altas do dólar, muita gente que costumava viajar nas férias para Buenos Aires, Santiago ou Bariloche passou a buscar os resorts, visando gastar menos. "A viagem, de modo geral, é algo cada vez mais essencial na vida das pessoas. Se por algum motivo financeiro a pessoa não pode viajar para fora do Brasil, faz questão de viajar para as inúmeras opções de roteiros internos. Essas pessoas só não se conformam em ficar em casa nas férias", pontuou.

Para o gerente da Ascânio Tuor, Bruno Borba, o mercado local de roteiros turísticos está estável. Não favorece grandes projeções de crescimento, mas também não evidencia os prejuízos que levaram o setor a uma situação bem mais difícil em meados de 2015. "Tendo em vista essa situação pior que o mercado vivenciou, podemos dizer que está muito bom agora. Para manter a nossa cartela de clientes e cativar outros, buscamos o tempo todo o 'pensar fora da caixa'. Mantemos um relacionamento bastante próximo com quem se interessa por nossos produtos", comentou.

banner lisboaBruno também percebe a migração de clientes de roteiros internacionais para os nacionais. "Mas essa busca por idas ao exterior tende a crescer ainda em 2016, pois temos percebidos constantes quedas no dólar [na tarde desta quarta-feira (10) a moeda americana, que recentemente alcançou a marca dos R$ 4, custava R$ 3,12]. Essa baixa favorece a compra de passagens aéreas", detalhou.

O gerente também cita um fator da logística aérea em Divinópolis como favorecedor da procura pelos roteiros nacionais. O recente início de voos da companhia aérea Azul de Divinópolis à Campinas estimula o turismo.

"De Campinas, nossos clientes podem partir para várias outras partes do Brasil. Essa conexão aérea falicita e estimula muito as viagens internas, como por exemplo aquelas com destino a Foz do Iguaçu, no Paraná", citou.

Europa a preço baixo

Já na Zeos Travelling, a maior aposta é nos roteiros à Europa, principalmente a Portugal. O diretor da empresa, Fred Oliveira, explica que recentemente a marca adquiriu uma agência de viagens naquele país- mercado que considera bastante promissor.

"Temos vendido, em média, dois pacotes por dia com Portugal. Por muito tempo a maior parte da procura foi por destinos nacionais. Hoje, a maior parte das nosssas vendas é de pacotes para a Europa, como o de duas pessoas para Lisboa, que sai a R$ 5 mil. Muito mais barato do que para muito destino nacional", frisou.

Leia também: Para driblar a crise, empresa de Divinópolis abre filial em Portugal.

Proximidade cultural, semelhança da língua e a chance de conhecer locais turísticos famosos no mundo todo por preços bem menores do que muitas viagens nacionais são fatores encantadores, afirma o diretor. "Projetamos crsecimento de 20% dessas vendas até o fim do ano. É uma situação atípica para um período de crise econômica. Mas, vimos nessa crise uma oportunidade", finalizou.

Confecções de Divinópolis lançam coleção em João Pessoa

showroom da moda mineiraUm grupo seleto e formado por 10 empresas de confecções de Divinópolis, se reúnem e lançam suas coleções de Verão/2016 nos dias 19 e 20 de Agosto em um grande show room organizado na cidade de João Pessoa na Paraíba.

Com o objetivo de aquecer as vendas, acessar/consolidar novos mercados e expandir a carteira de clientes essas empresas levam à moda mineira ao Nordeste Brasileiro.

Reconhecidamente essa região do País, sempre valorizou nossos produtos reconhecendo na modelagem, no estilo e no acabamento seus pontos fortes, gerando com isso ótimos negócios entre as partes.

banner lisboa

Com o formato de Showroom, os clientes convidados, poderão selecionar dentre os mais de 900 modelos que serão apresentados, os que mais lhe interessam e se adequam ao perfil do seu consumidor.

Com isso os fabricantes, podem 'sentir a temperatura' da sua coleção, 'experimentar' a receptividade por parte dos clientes e validar a proposta da coleção.

Leia também: Para fugir da crise, empresa de Divinópolis abre filial em Portugal

E por fim, esse formato propicia para ambos bons negócios, em uma data que respeita o calendário de moda, alem de estreitar e consolidar os relacionamentos entre Industria e Comercio.

Para fugir da crise, empresa de Divinópolis abre filial em Portugal

Lisboa Portugal ZeosTravellingQue a crise financeira não está ajudando as empresas brasileiras isso é fato, mas o que a sua empresa tem feito para driblar o momento ruim? Uma empresa de Divinópolis viu na crise uma oportunidade para expandir seus negócios e ir em busca de novos mercados. 

Com 30 anos de mercado a Zeos Travelling Agência de Viagens acaba de abrir uma filial na cidade de Cascais (próximo a Lisboa) em Portugal. Esta foi a saída encontrada por seus diretores para garantir receita financeira nesse momento de queda acentuada do mercado de turismo. A oportunidade surgiu em dezembro de 2015 quando iniciaram as tratativas para a aquisição de parte de uma operadora turística portuguesa, ao longo dos meses toda a estratégia foi sendo planejada e maturada até chegar no momento de iniciar a operação em outro continente. 

Com a aquisição da Experiences Travel não serão só os turistas brasileiros que terão benefícios, os portugueses que quiserem viajar pelo Brasil passarão a ter a consultoria de quem conhece bem os destinos brasileiros. Outro ponto importante é que a Zeos Travelling passará a oferecer para o público brasileiro os circuitos de moto operados pela Moto Travel Tours. Os roteiros de moto por Portugal, Espanha e Marrocos são o carro chefe da operadora portuguesa e a partir de agora podem ser adquiridos aqui no Brasil através da Zeos Travelling.

Banner Zeos Travelling

A partir de agosto os clientes da Zeos Travelling que viajarem para a Europa vão contar não só com uma filial da agência de viagens, mas também com o atendimento personalizado de uma equipe profissional treinada aqui na sede da empresa em Divinópolis.

Além do atendimento presencial e personalizado em Portugal, os clientes vão poder contar também com o apoio dos profissionais da agência em todo o continente europeu. 

A empresa também fez novas parcerias para melhorar a experiência de seus clientes enquanto estiverem viajando por Portugal, a exemplo estão os tours privados da empresa Valter Tours. Mas o grande diferencial é a parceria com a fotógrada Stephanie Torres que acompanhará os clientes da empresa, fotografando e mostrando os pontos turísticos da cidade. 

"Nosso cliente, ao viajar por Portugal, terá não só experiências únicas com a Valter Tours, mas também recordações emocionantes com o ótimo trabalho da fotógrafa Stephanie Torres. Esse foi o presente pelos 30 anos da Zeos Travelling", diz um dos diretores.

Esta é a segunda filial da empresa que já conta com uma loja no centro da cidade e outra no shopping Pátio Divinópolis com atendimento diário até às 22 horas.

Para saber mais acesse o site www.zeostravelling.com.br ou ligue para (37) 3212-1313 ou (37) 3216-5400

Início do ano letivo movimenta mercado imobiliário em Divinópolis

  • Escrito por G1
  • Categoria: Economia
  • Acessos: 1358

chave imovelO início do ano letivo movimenta o mercado imobiliário em Divinópolis. Neste semestre, os estabelecimentos que trabalham com este tipo serviço notaram uma mudança no comportamento dos alunos na hora de escolher onde morar. Se por um lado imobiliárias notaram queda na procura, nos pensionatos a busca por vagas foi maior.

O gerente de locação em uma das imobiliárias da cidade, Sidney Almeida, disse que a procura por apartamentos e quitinetes é moderada já que há jovens que alugam apartamentos maiores para diminuir as despesas com outras pessoas. Para ele, neste primeiro semestre de 2016 houve uma queda na busca por aluguéis se comparado a anos anteriores. “Houve uma queda de 30% ou mais”, contou.

O economista e especialista em Finanças Luiz Ângelo, explicou a redação que a queda na procura por aluguéis é motivada pela atual crise no país. Quem deseja alugar imóveis deve ficar atento à taxa de juros, que, de acordo com ele, está muito elevada no Brasil.

Com R$ 60 mi em IPVA, Divinópolis é a 5º cidade que mais arrecada em MG

  • Escrito por G1
  • Categoria: Economia
  • Acessos: 1460

dut 2016 mgDivinópolis está entre as dez cidades de Minas Gerais com a maior arrecadação em 2016 do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), de acordo com a Administração Fazendária do Município. A arrecadação soma cerca de R$ 60 milhões com a frota. São quase 70 mil carros, o que corresponde a pouco mais de R$ 40 milhões. As caminhonetes somam 13 mil unidades, responsáveis pela arrecadação de quase 14 milhões.

As motos somam 30 mil em Divinópolis e rendem R$ 2,8 milhões com o imposto. Caminhões e ônibus juntos somam quase 5 mil veículos e representam uma arrecadação de pouco mais de R$ 3,6 milhões.

publicidade

Para onde vai

Dos R$ 60 mil arrecadados com o IPVA em Divinópolis, 20% vão para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), outros 40% para o Governo do Estado e os 40% restantes ficam no Município.

No dia 15 de fevereiro vence a segunda parcela do IPVA para quem parcelou o imposto e tem veículos com placas de finais 1 ou 2.

Imprima aqui a sua guia do IPVA 2016

Decolar.com é condenada a pagar R$ 43 mil a aposentados por hotel fechado

decolarcomA empresa Decolar.com foi condenada pela Justiça de Araraquara (273 km de São Paulo) a indenizar um casal de aposentados em R$ 43,4 mil. Por meio do site, eles reservaram um quarto em um hotel em Roma, na Itália, mas ao chegar ao local se depararam com as portas fechadas.

A Decolar.com informou que "não comenta casos que ainda estejam em processo de julgamento". No processo, a empresa alegou que não caberia a ela a indenização, já que é apenas a intermediária do serviço, e que o valor estabelecido é excessivo.

A empresa recorreu da sentença e o caso será analisado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

Empresa afirmou que hotel funcionava normalmente

Ramon Belda, 68, e Ana Maria Vianna Belda, 60, programaram, por cerca de um ano, uma viagem à Europa com um grupo de amigos entre julho e agosto de 2012. A cidade italiana seria a última parada, onde eles permaneceriam de 12 a 16 de agosto.

Para a hospedagem em Roma, eles escolheram o hotel Palazzetto Degli Artisti, que fica nas proximidades do Coliseu. A reserva foi feita pelo site Decolar.com.

publicidade

Após a reserva, o casal pesquisou sobre o hotel na internet e descobriu que estava fechado. Entraram em contato com a Decolar.com, que retornou, em alguns dias, informando que o hotel estava funcionando normalmente. A empresa se negou, entretanto, a fornecer a reserva, mas afirmou que tinha sido feita.

'Sonho quase vira pesadelo'

Ao chegar a Roma, os aposentados descobriram que o hotel não estava funcionando.

publicidade
Seguro Viagem 300x250

"Conseguimos informações que indicaram que estava fechado há mais de quatro meses. E o pior é que ninguém falava italiano, tivemos que ficar na rua, com um monte de malas, em um calor infernal, acima de 40ºC, sem termos nem ideia de aonde ir", conta Ramon.

Depois de algumas horas andando pela cidade, encontraram outro hotel para se hospedar, mas a diária era mais cara.

"A viagem era nosso sonho, não tínhamos como deixar de visitar Roma. Tivemos que pagar. Um dos nossos amigos teve, inclusive, que pedir dinheiro emprestado para pagar. Foi horrível. O sonho quase vira pesadelo", diz Ana Maria.

Juiz: empresa tem obrigação de garantir segurança dos clientes

O casal decidiu entrar com a ação em agosto de 2013, quase um ano depois de voltar da viagem. "Tentamos resolver a questão de outra forma, mas não conseguimos", afirma Ramon.

De acordo com Heitor Luiz Ferreira do Amparo, juiz responsável pela sentença, os autores da ação "confiaram na segurança dos serviços prestados, bem como na reserva efetuada".

Segundo ele, a empresa tem "obrigação de utilizar dos procedimentos adequados de forma a garantir a segurança dos seus usuários" e, se isso não acontecer, "responde pelos prejuízos suportados aos seus consumidores".

Segundo o o advogado Thiago Coletto, que representou o casal na ação, o caso deve servir de jurisprudência para casos semelhantes. "Ficou evidente o dano causado aos clientes e a necessidade de que eles fossem reparados. A Decolar.com nunca poderia confirmar a reserva sem averiguar que o hotel estava em funcionamento", avalia o profissional.

Notícias de DiviCity

Tecnologia

Seções

Redação

Baladas

REDES SOCIAIS