Banner Zeos Travelling

Home Brasil Notícias Menos de 40% dos brasileiros dizem confiar nas polícias Civil e Militar
Menos de 40% dos brasileiros dizem confiar nas polícias Civil e Militar
Escrito por Época   
Sex, 06 de Julho de 2012 11:00

A violência ainda é uma das grandes preocupações dos brasileiros. Mais de 87% dizem sentir muito ou pouco medo de assalto à mão armada. Cerca de 85% temem os assassinatos. Quando o assunto é a confiança na polícia, os números são menores: aproximadamente 38% confiam ou confiam muito na Polícia Civil e 37,5%, na Militar. Os dados são do Sistema de Indicadores de Percepção Social, pesquisa divulgada nesta quinta-feira (5) pelo Instituto de Pesquisas Econômicas e Aplicadas (Ipea).

Para 39,5% dos brasileiros, a PM não aborda as pessoas na rua de forma respeitosa. Quase 44% acham que ela não cumpre os direitos humanos. De forma geral, cerca de 50% confiam ou confiam muito na Polícia Federal e na Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O levantamento sobre segurança pública ouviu 3.799 pessoas, de 212 municípios. A margem de erro é de 5%.

A confiança nas instituições policiais dos Estados aumentou um pouco entre 2010 e 2012, diz o levantamento. Apenas 25,1% da população afirmavam confiar na PM em 2010. A porcentagem subiu para 31,3% neste ano.

O mesmo aconteceu com a percepção sobre as polícias civis, nas quais 26,1% diziam “confiar” em 2010. Neste ano, o índice ficou em 32,6%.

publicidade
publicidade

Na pesquisa divulgada nesta quinta-feira (5), a maioria dos entrevistados (63,5%) afirma que os policiais, de forma geral, tratam as pessoas de forma preconceituosa. Apenas 6% discordam totalmente dessa afirmação.

Entre os que foram atendidos por policiais, mais de 74% fazem uma avaliação positiva. Já entre os que foram abordados por forças de segurança, 37% avaliam a experiência de forma positiva.

Assaltos e assassinatos

O Nordeste é a região onde mais pessoas declaram sentir medo de serem vítimas de assaltos à mão armada e assassinatos, conforme a pesquisa. Quase 73% dos Nordestinos dizem ter “muito medo” de serem assassinados, enquanto no Sul a porcentagem é de 39,1%.

Mesmo tendo registrado níveis altos de sensação de insegurança no Brasil, o Ipea vê diminuição em comparação a 2010. Enquanto em 2012 mais de 62% da população afirmam ter “muito medo” de assalto à mão armada, na pesquisa anterior a porcentagem era de 73%. O índice de pessoas com “muito medo” de assassinato diminuiu de 78% para 62% entre um ano e outro.

Informação | Época

 

Adicionar comentário

Você pode postar qualquer comentário nesta página, mas lembre-se: VOCÊ é o(a) único(a) responsável pelo que postar e seu IP será monitorado pelo nosso servidor.



Evite comentários grosseiros e termos chulos.


Código de segurança
Atualizar

Cadastre-se no DiviCity.com

Cadastrando no DiviCity.com você recebe as principais notícias da cidade, recebe as melhores ofertas e participa de promoções exclusivas.

Cadastre-se agora mesmo!

E-mail*
 

Page Rank Check

 

Todos