Unir Consultoria Imobiliária
Home Conheça Divinópolis
Nossa Cidade
Escrito por Wikipédia   
Qui, 12 de Outubro de 2006 07:00

História


A cachoeira da Itapecerica (caminho de pedras na correnteza do rio, em língua tupi) foi uma movimentada passagem, no período inicial da abertura da Picada de Goiás (entre 1737 e 1744), pela qual transitaram em grandes números sertanistas, fazendeiros, padres e missionários, camaradas, índios, quilombolas, andarilhos e aventureiros, grupos de exploradores, contrabandistas, soldados e turistas, entre os mais assíduos.

Divinópolis foi fundada em 13 de janeiro de 1767, por cinqüenta famílias moradoras do sertão dos rios Itapecerica e Pará, lideradas pelo fazendeiro João Pimenta Ferreira, com o nome de Paragem da Itapecerica, para superar o rigoroso trabalho dos selvagens Candidés. Transformou-se no arraial do Espírito Santo da Itapecerica, em 24 de março de 1770, quando o sertanista Manoel Fernandes Teixeira fez uma doação de terras à igreja católica, doações de terras a igreja católica eram muito comuns na época e essas foram destinadas a povoação.

A passagem da Itapecerica, conhecida por sua beleza e utilidade, foi palco de lutas e violentas disputas entre autoridades das Câmaras coloniais de Pitangui, São José del-Rei e Tamanduá, quando da divisão das terras do oeste mineiro. Era considerada um lugar estratégico em 1744, quando foi estabelecido o termo de São José del-Rei, e em 1789, quando se estabeleceu o termo da Vila de São Bento do Tamanduá. Desde sua fundação, até 1841, pertenceu ao município de Pitangui, sendo um dos seus principais distritos. A partir desta data, foi anexado ao município de Tamanduá até sua emancipação em 1911.

Ao apagar das luzes imperiais, o presidente da província de Minas, Teófilo Benedito Ottoni, incluiu na Lei Provincial 2.995, § 2º, de 19 de outubro de 1882, um dispositivo que mudava o nome de Tamanduá para Itapecerica, ficando Divinópolis identificada apenas com o nome de Espírito Santo.

Ferrovia e emancipação

Em 30 de abril de 1890, sob a administração do presidente estadual João Pinheiro da Silva, Divinópolis teve inaugurada a Estação de Henrique Galvão (Estrada de Ferro Oeste de Minas), que lhe deu grande impulso civilizatório, criando condições para a emancipação.

Em 30 de agosto de 1911, o presidente estadual Júlio Bueno Brandão promulgou a Lei Provincial 556, incluindo o distrito do Espírito Santo com o nome de Vila Henrique Galvão no rol dos emancipados, coroando a luta do farmacêutico Pedro Gontijo que, juntamente com advogado Francisco Ribeiro de Carvalho, o comerciante Antonio Olympio de Moraes e o padre Matias Lobato, trabalhava pela autonomia do distrito. Em 1o de junho de 1912, o município foi instalado oficialmente, e em 3 de setembro do mesmo ano (Lei 590, do presidente municipal Antônio Olympio de Moraes) mudou de nome para Vila Divinópolis, perpetuando a antiga denominação do Espírito Santo da Itapecerica.

Em 18 de setembro de 1915, sob o governo do presidente estadual Delfim Moreira, foi elevada à condição de cidade, e em 7 de setembro de 1923, pela Lei Estadual 843, do presidente estadual Raul Soares de Moura, foi-lhe anexado o território do distrito de Ermida de Campos, perfazendo seu atual contorno territorial.

Texto de Flávio Flora

Símbolos oficiais


Além do Hino Municipal, são símbolos do município de Divinópolis o Brasão e a Bandeira, criados pelo professor Agamenon José Siqueira, a partir de desenhos e sugestões apresentados por estudantes e por outros interessados, em concurso instituído pela Lei Municipal 698, de 29 de maio de 1966, do prefeito Fábio Botelho Notini.

Anos depois, o prefeito Antônio Martins, com aprovação da Câmara, sancionou a Lei Municipal 1.063, de 10 de novembro de 1973, oficializando os elementos representativos da municipalidade, onde se identificam dois históricos fatores do progresso e desenvolvimento de Divinópolis: a ferrovia e a indústria siderúrgica.

Em 1997, o prefeito Domingos Sávio oficializou a interpretação dos símbolos municipais, acolhendo projeto da Câmara Municipal que se transformou na Lei 4. 244, de 29 de setembro de 1997.

A letra e a música do Hino Municipal (cantado em algumas escolas desde 1935) é de autoria do advogado, professor,escritor e poeta José Pereira Brasil, primeiro juiz da Comarca de Divinópolis. Foi oficializado pelo prefeito Walchir Jésus de Resende Costa, através da Lei Municipal 761, de 1o de agosto de 1967.

A transcrição gráfica e o arranjo original foram feitos pela artista divinopolitana Simpliciana Brandão, violinista e professora de música.

Sua primeira execução oficial, foi na praça Benedito Valadares, em 1 de junho de 1973, com orquestra & vozes regidas pelo maestro José Geraldo Rocha, com arranjos especiais do violinista Jacinto Guimarães.

Texto de Flávio Flora

Geografia


Terras altas

Município de Divinópolis está localizado na zona metalúrgica, micro-região (186) do Vale do Itapecerica: -20,13889 (latitude Sul) -44,88389 (longitude Oeste); macro-região do Alto São Francisco, margem direita.

Seus limites são: ao Norte, com Nova Serrana; a Noroeste, com Perdigão; a Oeste, com Santo Antônio do Monte; a Sudoeste, com São Sebastião do Oeste; ao Sul, com Cláudio; a Leste, com Carmo do Cajuru e São Gonçalo do Pará.

Divinópolis situa-se numa região de terras altas, principalmente a Oeste/Noroeste, onde se concentram 8% dos 15% de terrenos montanhosos que formam o território municipal, composto de campos (53%) e de áreas planas (32%).

A Serra dos Caetanos é a mais alta com 1.106 metros. Do seu alto rochoso podem ser vistas as principais elevações e inclusive parte da Cidade e do bairro Santo Antônio dos Campos. O ponto mais elevado urbano está no Jardim das Acácias, a 829,7 metros. O ponto mais baixo, 670 metros, está localizado na foz do córrego do Morro Grande no rio Itapecerica, bairro Danilo Passos/Vila Romana.

A maior parte das terras é formada de latossolos vermelho e alaranjado argilosos: profundos, porosos, meteorizados, pouco resistentes, pouco férteis e de reação ácida. É um complexo geológico pré-cambriano arqueozóico, com alguma quantidade de minerais como a pedra granito e quartzos.

Clima ameno

O clima é quente e semi-úmido, com ventos dominando de Sudeste e Nordeste, fracos e moderados: umidade relativa do ar, em média, nos 72%. Índice pluviométrico variando de 1.200 mm a 1.700 mm anuais. Temperatura média de inverno: 18,5°C, no verão: 29°C, e nas outras estações 23,8°C.

Dois rios

O território é banhado por dois rios, ambos afluente e tributário do Rio São Francisco: o rio Pará, que nasce em Entre Rios de Minas e banha toda costa de Divinópolis, e o rio Itapecerica, que nasce nesta região (Ribeirões Boa Vista e Tamanduá), cortando a cidade transversalmente nos seus 18 km de extensão. Deságua no rio Pará.

Demografia

A população estimada pelo IBGE gira em torno de 210 mil habitantes. Pelo IBGE 2004, Divinópolis apresenta um quadro social com alta taxa de alfabetização (94,7%). A taxa de Crescimento populacional de Divinópolis é da ordem de 4,2% ao ano. Aproximadamente 7.300 pessoas (em média dos últimos 10 anos).

Economia


Por sua importância estratégica na delimitação dos termos de Pitangui e São José del-Rei e por ser o caminho mais utilizado para se entrar e sair do sertão, a paragem foi muito freqüentada por forasteiros, colonos e soldados, ao final do Ciclo do Ouro (século XVIII), quando os índios Candidés, habitantes do Vale do Itapecerica, foram expulsos pela Legião da Conquista.

Desde essa época, Divinópolis vem acentuando a sua característica de passagem-pousada-paragem, que marcou seus momentos mais importantes. O antigo arraial e a cidade de hoje não guardam semelhanças físicas entre si, mas a história do crescimento e desenvolvimento do lugar sempre esteve vinculada aos transportes, aos caminhos de água, de terra, de ferro e asfalto.

A chegada da estrada-de-ferro do Oeste de Minas, em 1890, retirou o arraial do atraso em que ficou relegado e lhe deu melhores perspectivas de desenvolvimento sócio-econômico. Em decorrência, vieram a emancipação e a criação do município em 1911, a elevação a cidade em 1915 e a instalação da Comarca em 1936.

O desenvolvimento do sistema ferroviário, em suas diversas épocas, ofereceu oportunidade de instalação de indústrias siderúrgicas, de metalurgia e aciaria, mantendo razoável nível de emprego e de qualidade de vida, além de elevado índice de desenvolvimento social.

Indústria da confecção e prestação de serviços

Ao fim dos anos 1970 os problemas econômicos da indústria siderúrgica, forçaram a demissão e o fechamento de empresas. As dificuldades provocaram o surgimento da indústria da confecção, que contornou o desemprego crescente e se transformou em importante alternativa econômica. O efeito imediato foi o incremento da construção civil e dos transportes rodoviários e uma moderada redução dos problemas sociais. Hoje, cerca de 20 mil pessoas, estão diretamente empregadas a esse setor, mantendo aceitável o nível de desemprego.

Divinópolis é a cidade-pólo do Alto São Francisco, conhecida pelas qualidades de sua confecções, mas destacada também pela prestação de serviços profissionais liberais, pelos serviços da administração pública (dos três níveis), pelo comércio diversificado e pela qualidade de suas escolas de ensino regular e de graduação superior em mais de 15 áreas.

Esportes


Divinópolis conta com um clube de futebol que até a última campanha em 2009 encontrava-se na primeira divisão do futebol mineiro, o Guarani Esporte Clube, conhecido bugre, que conta com uma torcida apaixonada e vibrante. O mau despempenho neste último campeonato de 2009 levou-o novamente a segunda divisão do futebol mineiro. A sede do clube fica no bairro Porto Velho, onde está sediado o estádio Waldemar Teixeira de Faria, o Farião.

Educação


Ensino Superior

Cefet-MG, Centro Federal Tecnológico
Pitágoras-MG, Faculdade Pitágoras - Campus FADOM
UFSJ Universidade Federal de São João del-Rei- Campus Dona Lindu
Faced
Unifenas - Campus Divinópolis
Funedi / UEMG

Ensino Médio

  • Centro de Educação Integral
  • Instituto Nossa Senhora do Sagrado Coração
  • Cefet
  • Pitágoras
  • E.E. Dona Antonia
  • E. E. "Patronato Bom Pastor"
  • E. E. "Santo Tomaz de Aquino"
  • Colégio Anglo
  • E. E. Ilidio da Costa Pereira
  • Crescer Podium
  • E. E. São Vicente
  • Centro Educacional Criativo "CECRI"

Cultura


A cultura divinopolitana é destaque em todo o cenário nacional. Nomes de notoriedade nas artes revelam o valor cultural do município: GTO, Adélia Prado, o coral dos Pequenos Rouxinóis,a Orquestra Minas Filarmônica, Túlio Mourão, Petrônio Bax, Oswaldo André e Lázaro Barreto, entre outros, levam as artes plásticas, a música, a poesia e a cultura geral para além de nossas fronteiras.

No cenário urbano, próximo à Catedral do Divino Espírito Santo, está o Casarão, Museu Histórico de Divinópolis, que marca e resguarda a história local. Na praça do Santuário de Santo Antônio, o centro de artes apresenta nomes novos e consagrados.

Destacam-se ainda o Theatron, da iniciativa privada, e o Teatro Municipal, recém acabado, ao lado da escola de Música Municipal, oriundos estes da restauração de antigas instalações da Usina do Gravatá, pioneira na produção de álcool de mandioca. Hoje em dia encontra-se somente em funcionamento o Teatro Municipal, já que em 2008 o Theatron foi desativado!

Vale a pena conhecer as pinturas do Santuário de Santo Antônio e a Capela de Santa Cruz ao lado, recentemente restaurada.

Cidadãos notórios

Atrações


Divinópolis é uma cidade que atrai inúmeros visitantes. Ao contrário de cidades turísticas que recebem visitantes de várias regiões atraídos pelas belezas naturais do local, nesta cidade os forasteiros vem a procura de bons negócios. Recebe visitantes de todas as partes para renovarem os estoques de seu negócio com as famosas confecções de ótima qualidade e baixo preço, comuns na cidade.

Bares e Restaurantes

Bares

Proximo a igreja Nª Srª Aparecida Bairro Bom Pastor

  • Prosa's

Na região da Savassinha

  • Bar da Claudete / Casinha Azul
  • Bar do Arturzinho

Cervejarias

  • Café com Creme
  • Cervejaria Savassi
  • Tenda Beer
  • Estância do Oeste
  • Bar do Fernando
  • Green House
  • Traíras Bar

Pizzarias

  • Divina Pizza
  • La Piu Bella
  • Divera

Comida Oriental

  • Oashi
  • Sushi-Bhar

Sorveterias

  • Ygloo
  • Slep

Clubes

  • Estrela do Oeste Clube
  • Clube dos ferroviários
  • Divinópolis Clube
  • AABB ( Associação Atlética do Banco do Brasil )

Shopping

  • Terra Parque Shopping

Centro de enterteinimento contendo várias lojas, boite, cinema, boliche, e ampla praça de alimentação

  • Oeste Center
  • Divishop

Ambos localizados próximo a rodoviária. Especializados em vendas de confecções no atacado e varejo

Festivais Anuais

  • Festa da Cerveja

Evento que aglomera inúmeras pessoas que ocorre por volta do mês de março na região central e também no Parque de Exposições da cidade. Na região central ficam aglomeradas inúmeras pessoas que aguardam o anoitecer para irem aos shows de bandas nacionais de renome, exibidos no parque de exposições.

  • Festa a Fantasia

Evento realizado por volta do mês de outubro. Dezenas de milhares de pessoas andam fantasiadas pelo parque de exposições, aguardando o início dos shows. Antes do início da festa, ocorre uma concentração e um desfile onde é possível admirar ( ou rir ) das fantasias.

  • DivinaExpô

Evento mais tradicional da cidade, ocorrendo por volta de junho. Normalmente coincide com o aniversário da cidade, dia primeiro de junho! É organizado pelo sindicato rural! Durante o dia acontece exposição agropecuária. A noite inúmeros cowbois de todo o Brasil tentam a sorte enfrentando montarias sobre animais bravios! Vários shows agitam o evento, normalmente cantores e bandas sertanejos.

  • Divina Folia

Evento mais animado da cidade. Ocorre no mês de setembro no Parque de Exposições, que conta uma excelente estrutura de palco e trio elétrio. São diversos cantores e bandas de axé que animam a festa, além de gente bonita e divertida dispostas a todo custo curtir esse carnaval fora de época.

Clique aqui e veja os DADOS DEMOGRÁFICOS

Fonte: Wikipédia e Flávio Flora (Nossa história e Símbolos Oficiais)

 

Agenda Cultural

Outubro 2014
2a3a4a5a6aSD
2930 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 3112

Cadastre-se no DiviCity.com

Cadastrando no DiviCity.com você recebe as principais notícias da cidade, recebe as melhores ofertas e participa de promoções exclusivas.

Cadastre-se agora mesmo!

E-mail*
 

Reserva de Hotéis

Salvador
Pestana Bahia (4*)
R$ 260,00
Rio de Janeiro
Royalt Copacabana (4*)
R$ 230,00
Fortaleza
Samburá Palace (3*)
R$ 99,00
Buenos Aires
Ayres de Recoleta (4*)
US$ 105
Milão
Milano Corso (3*)
€ 105

Page Rank Check

 

Todos