Unir Consultoria Imobiliária
Home Minas Gerais Notícias MG Em quatro anos Lei Seca conseguiu 4.915 prisões
Em quatro anos Lei Seca conseguiu 4.915 prisões
Escrito por O Tempo   
Qua, 20 de Junho de 2012 13:00

blitze são feitas só nos fins de semanaDesde que a Lei Seca entrou em vigor, 4.915 prisões foram efetuadas em Minas Gerais. Os dados referem-se às abordagens realizadas pelas blitze em Belo Horizonte, quatro dias por semana, e nas rodovias federais que cortam o Estado.

A legislação, que procurou endurecer as punições a quem ingere bebida alcoólica em quantidade acima da permitida e dirige, ainda deverá sofrer novas alterações. O Senado deve apreciar projeto que faz com que a embriaguez possa ser comprovada por prova testemunhal, exame clínico, imagem ou constatação de sinais que indiquem o comprometimento da capacidade psicomotora do motorista infrator.

No entanto, para especialistas, as autoridades estão demasiadamente preocupadas com as penalidades, mas não realizam, com eficácia, trabalhos de prevenção e educação dos motoristas.

O caso de um biólogo - que preferiu não revelar seu nome - que foi flagrado dirigindo embriagado e não perdeu a carteira até hoje é emblemático. Ele sofreu um acidente na avenida Afonso Pena, no centro da capital, há dois anos. O biólogo conta que bebeu muito em um bar antes de dirigir, acabou dormindo ao volante e bateu na traseira de um táxi. No teste do bafômetro, foi constatado que o sangue dele tinha quantidade de álcool quase duas vezes superior ao tolerado pela lei.

publicidade

O biólogo conta que conseguiu fazer um acordo com a Justiça no processo criminal a que responde. A cada dois meses, ele tem que se apresentar no Fórum Lafayette, na capital. Nos próximos dois anos, não pode sair de Belo Horizonte por mais de 30 dias sem comunicar ao Judiciário e está proibido de frequentar casas noturnas depois das 22h. Apesar disso, ele diz estar tranquilo, pois não perdeu a carteira de habilitação até hoje.

Além disso, no processo administrativo, o advogado dele vai alegar que o biólogo não pode ser punido duas vezes pelo mesmo crime. "A legislação é furada. Sei que estou errado e tenho que pagar. Mas vou me defender", declarou.

Especialista. Na opinião do professor de Direito Constitucional da Universidade Federal de Minas Gerais José Luis Quadros, o Poder Público não tem condições de manter a vigilância integral. Ele entende que, como faltam trabalhos de conscientização, o perigo constante da mistura álcool e direção não vai acabar.

"As pessoas têm que se convencer do que elas têm que fazer e não deixar de fazer apenas porque podem ser multadas", disse.

Flagrantes

Capital. Em quatro anos, somente em Belo Horizonte, as operações da Lei Seca flagraram 3.949 motoristas dirigindo embriagados. De cada dez condutores irregulares, oito tiveram a carteira de habilitação recolhida.

Informação | O Tempo

 

Adicionar comentário

Você pode postar qualquer comentário nesta página, mas lembre-se: VOCÊ é o(a) único(a) responsável pelo que postar e seu IP será monitorado pelo nosso servidor.



Evite comentários grosseiros e termos chulos.


Código de segurança
Atualizar

Cadastre-se no DiviCity.com

Cadastrando no DiviCity.com você recebe as principais notícias da cidade, recebe as melhores ofertas e participa de promoções exclusivas.

Cadastre-se agora mesmo!

E-mail*
 

Cadernos Especiais

Page Rank Check

 

Todos