Unir Consultoria Imobiliária
Home Minas Gerais Economia e Desenvolvimento Consumidor que tiver fornecimento interrompido deve ser compensado pela Cemig
Consumidor que tiver fornecimento interrompido deve ser compensado pela Cemig
Escrito por Alemg   
Qui, 16 de Fevereiro de 2012 14:00

Os consumidores que tiverem o fornecimento de luz interrompido por mais de 12 horas têm direito a compensação pela concessionária de energia. Esse ressarcimento, regulamentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), já pode ser requisitado a partir de fevereiro de 2012, como informa o Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Além do direito à reparação pelo dano causado em virtude da falta de energia elétrica, já prevista no Código de Defesa do Consumidor, o consumidor pode requisitar uma compensação a ser creditada na sua fatura. Essa solicitação deve ser feita até dois meses após o corte no fornecimento de energia.

Para isso, o consumidor deve entrar em contato com a sua distribuidora e informar a ocorrência de falta de luz, exigindo o número de protocolo para o acompanhamento da demanda. Passadas 12 horas sem energia elétrica, o consumidor deve entrar em contato novamente com a distribuidora para formalizar o pedido da compensação. Caso a distribuidora de energia não esteja cumprindo a norma, o consumidor deve entrar em contato com a Aneel, pelo telefone 167, ou procurar o Procon do seu município.

publicidade
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Danos em aparelhos elétricos

No verão, época de chuvas fortes, é comum a ocorrência de danos causados aos aparelhos elétricos em função de cortes no fornecimento de energia. Caso isso ocorra, o consumidor deve tomar as providências previstas na Resolução 414, de 2010, da Aneel. Pela resolução, o consumidor tem direito ao ressarcimento do prejuízo sofrido em seus aparelhos eletroeletrônicos, desde que haja relação entre a falta de energia elétrica e o dano ao produto.

Os consumidores prejudicados devem entrar em contato imediato com a concessionária de energia e formalizar a sua reclamação, exigindo sempre o número de protocolo. A empresa deve tomar as providências para a averiguação do ocorrido e, constatando-se a relação com o dano, o consumidor deve ser ressarcido do prejuízo no prazo máximo de 45 dias corridos.

A inspeção do equipamento por parte da concessionária deve ser feita até 10 dias após a reclamação. No caso de geladeiras e congeladores, esse prazo é de um dia útil. O ressarcimento pode ser feito por meio de pagamento em dinheiro ou providências no sentido do conserto ou substituição do produto.

Caso a empresa não faça o ressarcimento dentro do prazo de 45 dias, o consumidor deve formalizar a sua reclamação no Procon e na Aneel. Também é possível ajuizar uma ação de indenização por perdas e danos.

Informação | Alemg

publicidade
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

 

Adicionar comentário

Você pode postar qualquer comentário nesta página, mas lembre-se: VOCÊ é o(a) único(a) responsável pelo que postar e seu IP será monitorado pelo nosso servidor.



Evite comentários grosseiros e termos chulos.


Código de segurança
Atualizar

Cadastre-se no DiviCity.com

Cadastrando no DiviCity.com você recebe as principais notícias da cidade, recebe as melhores ofertas e participa de promoções exclusivas.

Cadastre-se agora mesmo!

E-mail*
 

Cadernos Especiais

Page Rank Check

 

Todos