banner-BUE-728x90-JPG
Banner Campos do Jordão
Home Viagem & Turismo Veja como evitar que bebês sofram com a pressão no ouvido em viagens de avião
Veja como evitar que bebês sofram com a pressão no ouvido em viagens de avião
Escrito por Zeos Travelling Agência de Viagens   
Sex, 06 de Julho de 2012 17:24
 bebê pode viajar de avião
A chegada das férias sempre traz uma dúvida para os pais de crianças pequenas, principalmente, os que têm um  recém-nascido: devo viajar de avião com o bebê? "A idade não é uma contraindicação para viagens de avião, mesmo para os recém-nascidos", explica Shirley Pignatari, chefe da disciplina de otorrinolaringologia pediátrica da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

De acordo com a médica, bebês e crianças pequenas saudáveis são capazes de enfrentar muitas horas em um voo sem grandes problemas, basta estarem protegidos contra o frio, alimentados e com as fraldas trocadas sempre que necessário.

Mesmo assim, desconfortos podem aparecer devido à mudança de altitude e a pressão durante a viagem. "É importante saber que, até cerca de seis anos de idade, as crianças apresentam mais dificuldade para equalizar a pressão externa com a pressão no interior do ouvido médio", explica Shirley. Assim, o bebê poderá ficar inquieto e chorar.

"Uma saída para minimizar o desconforto é tentar fazer algo que movimente a mandíbula da criança: faça-a engolir, dê de mamar, dê água ou uma chupeta. Isso ajuda a equilibrar a pressão do ouvido", diz Claudio Reingenheim, médico pediatra do Hospital Israelita Albert Einstein e do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

O equilíbrio da pressão interna e externa ocorre pelo trabalho de músculos relacionados à mastigação, sucção e deglutição. Reingenheim dá mais uma dica: "Peça ao comissário que avise com antecedência a hora da descida para que haja tempo suficiente para dar a mamadeira, seio ou chupeta e, assim, segurar esse desconforto no ouvido do bebê". Nesse caso, a amamentação natural é ainda melhor, pois o contato materno direto é reconfortante.

Mesmo com a permissão da viagem, médicos aconselham evitar voos com o bebê antes de completar três meses de idade, a não ser que haja a necessidade. "Convém lembrar que bebês devem evitar ambientes fechados, sem ventilação e aglomerações, pois seu sistema imunológico ainda está imaturo", diz Fernanda Luiza de Almeida, pediatra da Clínica Homa Espaço Médico.

Segundo ela, o voo não é seguro para recém-nascidos com anemia grave, doença cardíaca ou pulmonar porque há menor quantidade de oxigênio no interior do avião, o que leva à redução da oxigenação sanguínea. Portanto, antes de viajar, o ideal é consultar o pediatra para avaliar as condições de saúde da criança.

Informação | Uol

Banner Zeos Travelling

 

Adicionar comentário

Você pode postar qualquer comentário nesta página, mas lembre-se: VOCÊ é o(a) único(a) responsável pelo que postar e seu IP será monitorado pelo nosso servidor.



Evite comentários grosseiros e termos chulos.


Código de segurança
Atualizar

Cadastre-se no DiviCity.com

Cadastrando no DiviCity.com você recebe as principais notícias da cidade, recebe as melhores ofertas e participa de promoções exclusivas.

Cadastre-se agora mesmo!

E-mail*
 
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Reserva de Hotéis

Salvador
Pestana Bahia (4*)
R$ 260,00
Rio de Janeiro
Royalt Copacabana (4*)
R$ 230,00
Fortaleza
Samburá Palace (3*)
R$ 99,00
Buenos Aires
Ayres de Recoleta (4*)
US$ 105
Milão
Milano Corso (3*)
€ 105

Page Rank Check

 

Todos